Lenda Urbana: Feitiçarias no Cemitério do Boqueirão


Quem já visitou o  Cemitério Municipal do Boqueirão, localizado na Rua Waldemar Loureiro Campos na cidade de Curitiba, sabe que é possível ver restos de magia negra dentro dele, como exemplos: velas pretas e estatuetas de demônios.
Certo dia um casal e sua filha, chamada Amanda de cinco anos de idade, foram ao velório de um conhecido neste lugar.
Certa hora, a menina aproveitou a distração dos pais e aproximou – se de restos de trabalhos espirituais que foram feitos neste cemitério. Ela encantou – se por uma boneca com vestido vermelho e colocou dentro da sua pequena mochila.
Quando chegou a casa, Amanda mudou seu comportamento.
No dia seguinte o pai da garota encontrou o cachorro da família morto a pancadas e com uma boneca de vestido carmim ao lado. Então o homem perguntou à garota:
- Amanda, que boneca é esta?
A menina respondeu:
- É uma boneca que ganhei de uma moça no cemitério.
Na escola, o comportamento desta criança começou a mudar. Certo dia, ela discutiu com uma coleguinha e deu golpes na menina com a boneca vestida de vermelho. A estudante foi parar no hospital e os pais de Amanda foram chamados na escola para conversarem com a orientadora educacional.
Depois da conversa, eles resolveram levar a filha para uma sessão de exorcismo em uma igreja. Lá o pastor, disse que a culpa era de uma boneca com vestido vermelho, que foi tirada de dentro do cemitério do Boqueirão, e falou que a solução seria queimar este brinquedo. Depois o pastor pediu para que nunca mais esta família entrasse naquele cemitério.

Nenhum comentário

Encontrou algum erro na postagem acima? Comunique-nos deixando um comentário. A equipe do Porta E7 agradece.

Tecnologia do Blogger.