Barrinha de cereal antes e depois do exercício faz bem?

Comparadas com biscoitos recheados, as barrinhas de cereais, práticas e com fibras, representaram um avanço nutritivo. Tornaram-se queridinhas do pessoal da academia. “É o que todo mundo come antes do exercício, e as nutricionistas acabam recomendando por preguiça de sugerir algo mais elaborado”, diz a nutricionista esportiva Alessandra Luglio. Por terem carboidratos, elas são boas fontes de energia rápida antes do exercício e de proteínas após o treino (veja mais acima). Mas é bom ficar atento. “Barra de cereal” hoje inclui desde guloseimas doces com quase nenhuma fibra até substitutos de refeições para atletas. Além disso, a maior parte das barrinhas, como alimentos processados, está mais sujeita a carregar excesso de açúcar. “Na dúvida, frutas e cereais integrais são melhor opção já que, além da energia, contêm vitaminas, minerais e antioxidantes [importantes contra o cansaço após o exercício e contra o envelhecimento celular] que se perdem na industrialização”, diz Luglio.


IDENTIFIQUE AS MAIS SAUDÁVEIS



OLHO NO RÓTULO: Por lei, os primeiros ingredientes da lista no rótulo são os que estão em maior quantidade. Se o açúcar (que pode levar o nome de maltodextrina, xarope de glicose ou glucose) estiver no topo, calorias vazias à vista.

AVEIA NA VEIA: Prefira aquelas com flocos ou grãos inteiros de aveia no começo da lista, como as de granola. Elas têm mais fibras, demoram mais para serem digeridas e saciam por mais tempo.

PRA DEPOIS: Pós-treino exige barrinhas com 10 g a 15 g de proteínas.

SEM CHOCOLATE: Barras com chocolate costumam ter gordura saturada e hidrogenada. Prefira as com castanha sem chocolate, que têm gordura monoinsaturada, mais saudável.

Revista Galileu

Nenhum comentário

Encontrou algum erro na postagem acima? Comunique-nos deixando um comentário. A equipe do Porta E7 agradece.

Tecnologia do Blogger.