Entenda melhor o seu gato


"Gatos não são tão óbvios", diz a psicóloga e veterinária Hannelore Fuchs, uma das principais especialistas em comportamento animal do país. "A linguagem não-verbal dele é totalmente diferente da do cão, com o qual a espécie humana está habituada a conviver há muito mais tempo", explica. Gatos se expressam como... gatos, ora.

Quem espera rabinho abanando, lambidas festivas, obediência e truques de adestramento certamente achará o gato um animal "sem graça". Por outro lado, aprenda o que significa o ronronar, aquela vibração que mais parece um chiado de motor, para cair de amores da próxima vez que um bichano reagir com esse som a um carinho seu: é o sinal máximo de contentamento do gato, prova de que ele está relaxado e se sentindo no céu com sua companhia.

Conviver com um gato exige, antes de mais nada, respeito aos limites e à individualidade, o que é um aprendizado valioso especialmente no mundo dos humanos. "Para amar os gatos, você precisa ser livre", escreveu Nise da Silveira, a primeira psiquiatra no Brasil a apostar que a interação com um animal poderia fazer maravilhas por doentes mentais. "É muito difícil não só ser independente, como lidar com uma criatura independente", dizia ela.

Entenda o seu felino:

Miado
Ele não é só um simples "miau". Pode ser feito como um murmúrio, com a boca fechada, com a boca semi-aberta, ser curto, longo ou parecer mesmo um grito e significar idéias tão diferentes quanto "Olá", "Quero algo" ou "Deixa, vai…". Se você começar a observar as variações de miados que seu gato emite ao longo do dia, logo, logo perceberá que os sons são levemente diferentes de acordo com a situação.

Rabo
É um dos melhores termômetros de seus sentimentos e intenções. Quanto mais alto e reto, melhor o humor. Rabo abaixado entre as pernas é sinal de medo, movimentos leves podem indicar curiosidade e excitação, movimentos sinuosos demonstram impaciência e golpes vigorosos avisam que o melhor é deixar o gato em paz - especialmente se vierem acompanhados de um miado agudo.

Orelhas
Orelhas em pé são sinal de que está tudo bem. Já orelhas achatadas e para trás podem indicar tanto medo quanto um ataque iminente.

Barriga
Gato jogado no chão, de barriga para cima, é convite certo para um carinho.

Ronronar
Sinal de contentamento, relaxamento e amizade.

Roçar
É um gesto de carinho, mas também a forma que o gato tem de dizer que algo é seu: seja a casa, seja o sofá ou até mesmo sua perna. Quando ele se esfrega em algo, suas glândulas imprimem ali seu cheiro, que serve de aviso para possíveis gatos invasores.

Um comentário:

Encontrou algum erro na postagem acima? Comunique-nos deixando um comentário. A equipe do Porta E7 agradece.

Tecnologia do Blogger.