As placas azuis em Londres


As placas azuis estão espalhadas pelas fachadas de Londres, na Inglaterra. Elas intrigam os mais curiosos e passam despercebidas pelos apressadinhos. Estas placas indicam a personalidade que morou naquele imóvel em que ela está fixada. Pessoas que mudaram o rumo da história ou influenciaram os nossos hábitos e costumes. 


A primeira placa surgiu em 1867. Hoje, são quase novecentas. Toda placa é inaugurada com pompa. Uma delas, dedicada ao compositor alemão Felix Mendelssohn, custou o equivalente a R$ 3 mil e levou dois meses para ficar pronta. Não importa a nacionalidade do homenageado e, sim, a sua ligação com Londres e o peso do seu talento.


“O mais legal dessas homenagens é o elemento de surpresa. De você estar andando na rua e de repente aprender que alguém famoso morou ali”, dez Nicholas Kenyon, um dos integrantes da comissão que escolhe os nomes dignos de uma placa azul.

Agora uma curiosidade: duas lendas do mundo da música viveram em uma mesma rua. O compositor alemão Frideric Handel, no século XVIII, e, 245 anos depois, o guitarrista americano Jimi Hendrix se mudou para a casa ao lado da de Frideric. 

Propriedades com placas azuis ganham valor no mercado imobiliário. A casa onde Wolfgang Amadeus Mozart morou com a família aos oito anos de idade, por exemplo, está a venda pelo equivalente a R$ 15 milhões.

Nenhum comentário

Encontrou algum erro na postagem acima? Comunique-nos deixando um comentário. A equipe do Porta E7 agradece.

Tecnologia do Blogger.