Conheça um pouco da história do Trident


Tudo teve início em meados de 1950. As autoridades estadunidenses estavam preocupadas com o consumo excessivo de chicletes por parte dos jovens e adolescentes devido ao seu alto teor de açúcar e ser um dos principais responsáveis pelo aparecimento de cáries. O químico Tony Bilotti, um dos principais responsáveis pelas pesquisas iniciaram o desenvolvimento do chiclete Trident nos laboratórios da American Chicle Company.

O Trident foi lançando como teste no ano de 1962 nos Estados Unidos com a meta de manter a textura e o sabor, porém sem o açúcar. O resultado foi surpreendente e o produto fez sucesso imediato. Foi introduzido oficialmente no ano de 1964 com o slogan "Great taste, that is good for your teeth" (Ótimo sabor, que faz bem para seus dentes) tornando-se a primeira marca de chiclete sem açúcar dos EUA.

A ideia do nome surgiu em 1960, momento em que o produto estava em fase de desenvolvimento. Na sua fórmula, o chiclete possuía açúcar e mais três enzimas para combater o tártaro, daí o TRI; e o DENT vem da derivação dentist (dentista). Logo em seguida a empresa é comprada pela Adams.

Ainda no ano de 64, a NASA escolheu o produto como oficial para os voos espaciais da nave Gemini, assim gerando uma enorme exposição do Trident na mídia e aumentando o reconhecimento da marca junto aos consumidores.

Em 1998, a marca causou uma grande revolução ao introduzir na formula do Trident a substância Relcadent, clinicamente testada como fortificadora para os dentes.

Em 2002, a empresa inglesa Cadbury Schweppes comprou a Adams e a marca Trident, por US$ 4.2 bilhões, porém o chiclete foi lançado na Inglaterra somente no ano de 2007. Nessa época o sucesso do chiclete já estava consolidado: desde o lançamento já haviam sido consumidos 4,5 bilhões de Tridents. No Brasil a marca chegou no ano de 1981.


Nenhum comentário

Encontrou algum erro na postagem acima? Comunique-nos deixando um comentário. A equipe do Porta E7 agradece.

Tecnologia do Blogger.