As personagens mais inspiradoras dos games

Hoje, 8 de maço é comemorado o dia internacional da mulher, que tem um papel importantíssimo na sociedade e principalmente em nossas vidas. Para comemorar este dia, o site TechTudo fez um artigo bastante interessante com as personagens mais inspiradoras do mundo dos games. Confira abaixo:


O que Tomb Raider, The Last of Us, StarCraft e The Walking Dead têm em comum? Grandes personagens femininas. Por se mostrar cada vez mais presente, o público feminino tem recebido a devida atenção dos produtores de jogos, que tem destacado menos as características físicas de suas heroínas para trabalhar melhor suas personalidades e a evolução de suas psiques. Para homenagear o Dia Internacional da Mulher, o TechTudo reuniu uma seleção com as heroínas que mais se destacam no mundo dos games.

Apesar dos atuais recursos gráficos, a representação das protagonistas também tem dado uma ênfase maior às suas características internas e no progresso de seus relacionamentos com os outros personagens centrais das histórias.Confira a lista abaixo:

Lara Croft
Retratada como uma espécie de Indiana Jones moderna, a protagonista da série Tomb Raider sempre teve um visual apelativo e sexy. Porém, ao longo dos títulos desta franquia, a personalidade da heroína passou a ser mais bem trabalhada, revelando também uma pessoa culta, justa e extremamente perseverante.


Em 2013 a produtora Square Enix decidiu reiniciar a série Tomb Raider do zero, mostrando a origem das habilidades de Lara Croft. Com um visual mais frágil e moderno, o game explora a evolução física e psicológica da heroína revelando com mais detalhes o seu um incrível instinto de sobrevivência e adaptação às situações mais terríveis.


Sarah Kerrigan
Também conhecida como Rainha das Lâminas, esta violenta, controversa e rancorosa heroína é uma das personagens principais da franquia de games StarCraft, produzidos pela Blizzard.


Após ser traída por seu antigo comandante, Sarah ressurgiu com severas mutações que potencializam seus poderes psíquicos como uma líder dos alienígenas Zergs. Vivendo um dilema entre o amor pelo rebelde Jim Raynor e ódio por Arcturus Mengsk, esta controversa heroína conquista facilmente a simpatia dos jogadores.


Claire Redfield
Protagonizando alguns dos jogos da franquia Resident Evil, esta personagem de aparência frágil e meiga esconde características que formam uma grande heroína: personalidade forte, um senso de justiça acima da média e uma enorme coragem.


Irmã de Chris Redfield, Claire divide o papel de protagonista feminina da série com Jill Valentine. Porém, enquanto a primeira se mostra uma militar bastante habilidosa, aquela é personagem bondosa e carismática, que nunca mede esforços para ajudar quem está em apuros.


Ellie
Impulsiva e temperamental, a desbocada protagonista de The Last of Us tem somente 14 anos, mas possui um excelente extinto de sobrevivência, podendo tomar atitudes extremamente violentas ao menor sinal de qualquer perigo.


Nascida após os acontecimentos apocalípticos do game, Ellie se mostra uma garota inteligente e bastante espirituosa, que, além de possuir uma verdadeira obsessão pela cultura do passado, ainda mantém certa inocência especial quanto ao lado sombrio da natureza humana.


Samus Aran
Protagonizando os games da série Metroid desde 1986, esta heroína é uma fria e compenetrada caçadora de recompensas que conquistou sua fama sem qualquer apelo sexual, pois quase sempre é mostrada com uma armadura especial que cobre todo o seu corpo.


Considerada uma das primeiras personagens do sexo feminino para games, Samus é uma guerreira habilidosa e extremamente focada, mas que pode ser um pouco sentimental com relação a algumas questões de seu conturbado e misterioso passado.


Clementine
Apesar de não ser um personagem controlável, está heroína possui uma participação tão marcante no game The Walking Dead, que em alguns momentos o protagonista Lee Everett é ofuscado e se torna quase um coadjuvante.


Com apenas 8 anos de idade, Clementine é uma garota doce e frágil que conseguiu sobreviver ao apocalipse zumbi através de sua coragem e de seu incrível instinto de sobrevivência. Atuando como uma espécie de bússola moral do game, o papel da personagem cativa facilmente qualquer jogador.


Faith Connors
Vivendo em uma distopia sufocante, a heroína do game Mirror’s Edge consegue se destacar por suas incríveis movimentos de Parkour e por sua forte determinação para ajudar as pessoas que lhe são queridas.


Atuando ao lado dos dissidentes do regime totalitário, a protagonista Faith possui uma psique muito bem trabalhada, que, paralela à boa dinâmica do game, consegue envolver o jogador com a fluidez do desenrolar de sua trama.


Elizabeth
Com uma personalidade inocente e cativante, esta linda heroína consegue roubar a cena em Bioshock Infinite e encaixar-se muito bem como a peça chave para o desenrolar da história do game.


A evolução psicológica de Elizabeth ao longo do jogo é bastante notável, principalmente após sua angustiante tortura. Além disso, conforme o game progride, a personagem passa a ser menos crítica quanto às ações violentas de Booker, o protagonista.


Lightning
Protagonista do Final Fantasy XIII, da famosa franquia produzida pela Square Enix, esta heroína de olhar doce e aparência frágil possui impressionais habilidades de combate, concentração e liderança.


Com o desenrolar da trama do game, o jogador verá a personalidade de Lightning evoluir bastante, com ela deixando de ser uma comandante individualista, fria e distante para torna-se uma líder empática e mais próxima sua equipe.

Nenhum comentário

Encontrou algum erro na postagem acima? Comunique-nos deixando um comentário. A equipe do Porta E7 agradece.

Tecnologia do Blogger.