Windows 10: Microsoft anuncia seu novo sistema operacional


Na tarde desta terça (30), por meio de uma conferência realizada em São Francisco, Califórnia, a Microsoft anunciou a nova versão do seu sistema operacional, batizado com o nome "Windows 10" (e não "Windows 9" como vinha sendo especulado pela mídia). A empresa justificou a não utilização do nome "Windows 9"pelo fato de que o novo Windows é uma renovação completa. Foi cogitado o uso do nome "Windows 1.0", mas como este já existiu, eles então optaram pelo 10. Confira abaixo as principais novidades:

Unificação
A nova aposta da Microsoft é unificar seus sistemas nas diversas plataformas existentes hoje. Será uma única loja com aplicativos para compra e atualização (uma família de produtos, uma plataforma, uma loja, como visto na imagem acima), desta forma, o mesmo Windows 10 utilizado nos PC's, será utilizado nos tablets e smartphones. Os softwares feitos para um aparelho poderão ser facilmente portado para outros, facilitando o trabalho dos desenvolvedores.

A volta do Menu Iniciar e o desktop
Uma das maiores críticas dos usuários do Windows 8 era o fato que a Microsoft havia removido por completo o Menu Iniciar do sistema. A atualização 8.1 trouxe de volta o botão, mas não a clássica tela Iniciar. Devido as queixas dos usuários e a baixa popularidade do sistema, a empresa trouxe finalmente de volta o o clássico Menu Iniciar, com algumas novidades (uma mistura de Windows 7 e 8) para o Windows 10. Entre as novidades está a possibilidade de modificar o menu alterando o tamanho das tiles.
Além disso, a barra da área de trabalho agora exibirá um novo botão, o Task View, onde será possível verificar quais são os aplicativos que estão abertos no sistema.

Aplicativo em janelas convencionais
Diferente do que era praticado no Windows 8 e 8.1, os aplicativos não mais funcionarão em tela cheia, mas sim dentro de janelas (assim como os programas já funcionavam em várias versões do Windows) com os botões minimizar, miniminizar e fechar.

Múltiplas áreas de trabalho e o Snap View
Outra novidade do novo Windows é o fato dele permitir ao usuário ter múltiplas áreas de trabalho em uma só tela. O Snap View é uma forma de visualização de todas essas áreas, sendo possível arrastar aplicativos entre os desktops para que tudo fique organizado da forma que o usuário preferir.

E o  touchscreen?
Vendo todos os recursos acima, fica a impressão que o novo Windows deixou de lado as telas sensíveis ao toque dos smartphones e tablets, mas você se enganou. Os botões de desligar e pesquisar foram movidos para dentro do Menu Iniciar na versão dos PC's, mas nas telas touchscreen temos a presença da "Charm Bar", onde será exibido estes mesmo botões junto com o Iniciar (recurso já presente no Windows 8 e 8.1).
Os aplicativos contam com uma total adaptação, podendo serem usados na forma convencional, ou com um mouse. Para isso bata que o usuário troque o modo de utilização. Os usuários do Windows Phone podem levantar a questão da assistente pessoal "Cortana", porém nada foi dito pela Microsoft a seu respeito.

Teste e disponibilidade
As versões de teste começarão a serem disponibilizadas amanhã (1 de outubro), para isso é necessário se inscrever no "Windows Insider Program". A princípio, a versão de teste será disponibilizada somente para notebooks e PC's. Comercialmente, o sistema estará disponível para compra a parir do segundo semestre de 2015. Vale lembrar que os usuários do Windows 8 e 8.1 poderão efetuar a atualização para o Windows 10 sem nenhum custo.

Nenhum comentário

Encontrou algum erro na postagem acima? Comunique-nos deixando um comentário. A equipe do Porta E7 agradece.

Tecnologia do Blogger.