O fim da Motorola e o surgimento da Moto by Lenovo


Nos próximos meses a marca de smartphones Motorola deixará de existir no mercado. A decisão foi tomada pela Lenovo, empresa chinesa que adquiriu a fabricante de smartphones Motorola em 2014. No lugar dela surgirá a linha "Moto by Lenovo".

Desde que comprou a Motorola, a Lenovo comandava duas divisões de smartphones: a Lenovo Vibe e a Motorola Moto. A ideia da Lenovo é de unificar o setor, dando um fim na Motorola e criando a Moto by Lenovo. A estratégia da Lenovo é semelhante à adotada pela Microsoft quando comprou a divisão de celulares da Nokia, mantendo a linha Lumia.

A acessoria de imprensa da Motorola tentou explicar um pouco melhor toda a polêmica criada: "A Motorola Mobility continua a existir como parte do grupo Lenovo e vai liderar as áreas de engenharia e design em todos os nossos produtos móveis. No entanto, para a nossa estratégia de marketing, vamos adotar duas marcas em smartphones e wearables e seguir daqui para frente, com Moto e Vibe globalmente."

Ainda não há um previsão exata de quando a marca será extinta, já que a Lenovo apenas disse que isto ocorrerá neste ano; é esperado que os novos aparelhos já cheguem a nova "Moto by Lenovo". Já a Motorola Solutions continuará existindo no mercado de telecomunicações com o desenvolvimento de tecnologia de redes, patentes e venda de equipamentos.


O que isso muda para o consumidor?
A linha Moto não acabará, e os modelos E, G e X provavelmente receberão novas gerações em 2016. Se você comprou algum aparelho da Motorola recentemente fique tranquilo, a sua garantia valerá normalmente e você continuará recebendo assistência técnica. Quanto às atualizações de software, elas devem continuar acontecendo como de costume, já que será a mesma equipe que continuará trabalhando na linha Moto.


O futuro da linha Moto by Lenovo
Os planos da Lenovo são transformar os smartphones da linha Moto em aparelhos "super premium" para a Ásia e os outros mercados onde a divisão de smartphones da Lenovo já atua com força. Nesses locais a linha Vibe será a responsável por concorrer nas faixas de preço mais baixas. Não foi esclarecido se esta mesma estratégia será adotada aqui no Ocidente, onde a Motorola tem um nome mais consolidado do que a Lenovo. Vale lembrar que a Lenovo lançou o seu primeiro smartphone no Brasil apenas no final de 2015.

Outra marca da linha Moto é apresentar o sistema operacional Android em uma versão "pura". Não se sabe ainda se esta estratégia continuará, já que os smartphones da linha Vibe possuem uma personalização na interface do Android. Ao menos uma lembraça da Motorola ficará nos novos aparelhos: o icônico logo "M" continuará sendo usado pela Lenovo na linha Moto.

Nenhum comentário

Encontrou algum erro na postagem acima? Comunique-nos deixando um comentário. A equipe do Porta E7 agradece.

Tecnologia do Blogger.