Notas do desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro em 2016


A apuração do desfile das escolas de samba da cidade do Rio de Janeiro aconteceu nesta quarta-feira (10).  Os envelopes com as notas dos 9 quesitos tiveram a sua ordem sorteada hoje e foram abertos na seguinte ordem: samba-enredo, enredo, comissão de frente, fantasias, mestre-sala e porta-bandeira, harmonia, evolução, bateria, e por fim alegorias e adereços. Desta forma, alegorias e adereços foi o primeiro critério desempate, seguido pela bateria (ordem inversa).

Cada quesito conta com quatro julgadores, sendo que a menor nota de cada quesito é descartada. Um dos jurados do quesito bateria não compareceu aos desfiles alegando problemas pessoais. Desta forma, a maior nota obtida por cada escola neste quesito foi repetida.

A Mangueira, que no ano passado terminou em 10º, foi a escola campeã de 2016, com um enredo que homenageou a cantora Maria Bethânia. Este é o 18º título da escola verde-e-rosa, que foi campeã pela última vez em 2002. O Salgueiro estava empatado com a Mangueira até a leitura do penúltimo quesito (bateria), porém alegorias e adereços derrubou a escola para a quarta colocação. Com a nota 265, a Estácio de Sá foi rebaixada para o Série A.

Clique aqui e relembre as notas do desfile de 2015.

Abaixo você confere a nota final das 12 escolas:

1. Mangueira 269,8
2. Unidos da Tijuca 269,7
3. Portela 269,7
4. Salgueiro 269,5
5. Beija-Flor de Nilópolis 269,3
6. Imperatriz Leopoldinense 269,2
7. Grande Rio 268,7
8. Unidos de Vila Isabel 267,9
9. São Clemente 267,8
10. Mocidade Independente de Padre Miguel 266,5
11. União da Ilha do Governador 265,8
12. Estácio de Sá 265

Nenhum comentário

Encontrou algum erro na postagem acima? Comunique-nos deixando um comentário. A equipe do Porta E7 agradece.

Tecnologia do Blogger.