Quantum Break segue caminho inverso ao da indústria do downgrade


Downgrade, nunca antes na indústria dos games esta palavra foi tão utilizada. Não se pode mais confiar naquilo que vemos em trailers de jogos, uma vez que o desempenho ali mostrado muitas das vezes não é alcançado nem mesmo pela versão mais bonita do game em um PC de última geração.

Da mesma forma em que enxurradas de críticas surgem quando o produto final não corresponde com aquilo que foi mostrado pela empresa, é louvável reconhecer quando um game sofre o efeito contrário, entregando uma experiência melhor do que aquela que foi apresentada nos trailers e gameplays. Pelo título desta postagem, você já sabe de qual jogo estamos falando.

Em 17 de agosto de 2015, eu publiquei um artigo falando da evolução que Quantum Break sofreu após novos detalhes do game terem sidos divulgados na conferência da Microsoft na Gamescom 2015. Agora que o título finalmente chegou ao mercado, podemos fazer uma comparação mais justa do novo game da Remedy.

Contra as imagens não há argumentos. É nítida a evolução do mais recente título da produtora responsável pelos dois primeiros títulos da franquia Max Payne e por Alan Wake, lançado em 2010.




Quantum Break teve um resultado final muito superior àqueles mostrados pelos vídeos antes do seu lançamento. As maiores diferenças são notadas nas imagens do jogo de 2013/2014, onde até mesmo os personagens do jogo eram feitos com base em outras pessoas.



As texturas e a iluminação do game sofreram uma evolução gigantesca, nem parecem ser o mesmo jogo.



É muito bom ver que a Remedy não forçou a barra e mostrou para o público como realmente o jogo estava naquele momento de desenvolvimento. O resultado final foi uma grata surpresa para todos. Seria tão bom se todas as empresas seguissem esta mesma filosofia, sendo extremamente honesta com os seus consumidores.

Para finalizar esta postagem, deixamos abaixo o vídeo do Digital Foundry, de onde estas imagens foram retiradas.

Nenhum comentário

Encontrou algum erro na postagem acima? Comunique-nos deixando um comentário. A equipe do Porta E7 agradece.

Tecnologia do Blogger.