Os games indie que se destacaram em 2016


Os games indie, a cada ano que passa, tem ganhado cada vez mais espaço na indústria. Apresentando grandes experiências, os jogos independentes estão aí para provar que não é necessário investir milhões de dólares para se entregar um produto de qualidade. Abaixo nos listei, em ordem alfabética, os games indie lançados em 2016 que se destacaram e merecem sua atenção. Todos os games estão disponíveis para PC, PlayStation 4 e Xbox One.

ABZÛ
Dos mesmos criadores de Journey e Flower, ABZÛ é uma aventura submarina que desperta o desejo de mergulhar. Em um mundo marinho, cheio de mistério e repleto de cor e vida, realize acrobacias na pele do mergulhador, descubra centenas de espécies únicas baseadas em criaturas reais, interaja com elas e forme uma poderosa conexão com a abundante vida marinha. Desça até as profundezas dos oceanos, mas cuidado: perigos se escondem nas profundezas. "ABZÛ" vem das mitologias antigas: AB significa água, e ZÛ significa conhecer. ABZÛ é o oceano da sabedoria.

Firewatch
Firewatch é um jogo de aventura em primeira pessoa que se desenrola nas florestas do Wyoming, Estados Unidos. Se passando no ano de 1989, o jogador assume o papel de Henry, um homem que trocou sua conturbada vida para trabalhar como vigia de incêndios nas florestas. O seu trabalho é ficar atento aos sinais de fumaça e manter as florestas seguras durante um verão quente e seco. Por meio de um rádio, você falará com a sua supervisora Delilah, ela é a única pessoa com quem você vai manter contato. É um jogo com exploração de um ambiente selvagem e desconhecido, onde você enfrentará questões e tomará decisões que poder criar ou destruir o único relacionamento com algum significado que você tem.

Hyper Light Drifter
Hyper Light Drifter é um RPG de ação e aventura ao estilo clássico de 16 bits com mecânicas e desenhos modernizados. Com um vasto e agressivo mundo para ser explorado, Drifter encontra-se assombrado por uma doença que o ataca com grande intensidade. Sua missão: encontrar uma forma de sossegar a feroz enfermidade que o assola.

Inside
Vencedor da categoria de jogo do ano no The Game Awards 2016, Inside é uma mistura quebra-cabeça, plataforma e muito mistério. "Perseguido e sozinho, um rapaz é atraído para o centro de um projeto sombrio", esta é a descrição dada pelos produtores ao game. Evite assistir muitos vídeos sobre o game na internet se não quiser estragar a sua experiência. Após finaliza-lo, você poderá buscar na internet diversas teorias sobre o jogo.

Oxenfree
Oxenfree é um jogo de horror supernatural. Um grupo de amigos formado por Alex, Ren, Jonas, Clarissa e Nona viajam para uma ilha para beber e se divertir em um lugar isolado. No game você controlará Alex, uma adolescente que perdeu seu irmão recentemente e está aprendendo a lidar com isso. Acontece que involuntariamente uma fenda fantasmagórica gerada a partir do passado enigmático da ilha se abre e libera diversas criaturas.

Stardew Valley
RPG de simulação de fazenda, Stardew Valley dá ao jogador a oportunidade de criar a sua própria propriedade e se especializar em atividades como agricultura, pescaria, mineração, criação de animais e mais. No estilo de Harvest Moon, você começa sua vida de fazendeiro em um terreno abandonado com algumas ferramentas e um pouco de dinheiro.

The Witness
Ao acorda sozinho em uma ilha estranha e cheia de puzzles, você não sabe quem você é e nem como chegou a esse lugar. Para desvendar este mistério a única alternativa é explorar o ambiente em busca de pistas para recuperar sua memória e, de alguma forma, encontrar o caminho de volta para casa. The Witness tem um mundo aberto com dezenas de locais para explorar e mais de 500 puzzles para resolver. Cada puzzle contribui de maneira única com o conjunto da experiência.

Unravel
Yarny, um adorável e carinhoso personagem feito de um único fio de lã que vai se desemaranhando conforme você se move. Ele é o protagonista Unravel game que mistura plataforma e quebra-cabeças. Inspirado pelas paisagens únicas e espetaculares do norte da Escandinávia, sua missão é reconectar as memórias de uma família, perdidas há muito tempo.

Virginia
Virginia é um jogo de suspense em primeira pessoa. O game mostra a investigação de uma pessoa desaparecida sob a ótica da nova agente do FBI, Anne Tarver, que tem a companhia dá já experiente agente Maria Ortega. Com uma narração cinematográfica, Virgina não conta com nenhum diálogo, ou seja, a percepção do jogador aos diversos acontecimentos do game é que formarão a sua história.

Nenhum comentário

Encontrou algum erro na postagem acima? Comunique-nos deixando um comentário. A equipe do Porta E7 agradece.

Tecnologia do Blogger.